7 tipos de conteúdo para explorar na redação freelancer

Quer conhecer alguns tipos de conteúdo para explorar na redação freelancer, que vão além do texto para blog e social post? Venha comigo!
conteudo redator freelancer

Engana-se quem pensa que o texto para blog e social post são os únicos formatos de conteúdo que podemos explorar na redação freelancer. Existem diversas outras alternativas que a sua empresa pode utilizar nas suas estratégias digitais. 

Inclusive, a minha dica é sempre variar esses formatos e mensurar os resultados, conferindo o que traz mais benefícios para a sua empresa. Vamos conhecer agora quais são os principais tipos de conteúdo para explorar na redação freelancer? Continue comigo!

1. Texto para blog (blog post)

O texto para blog (também conhecido como blog post) é um conteúdo que você publica no blog da sua empresa. Além do conteúdo em texto, o blog post permite explorar uma série de outras multimídias, como imagens, vídeos, gifs, infográficos e muito mais.

O texto para blog serve para atrair mais visitantes para o site da sua empresa, fidelizar clientes, conduzir o consumidor pela jornada de compra, converter leads em clientes, educar o mercado e ainda garantir que a sua empresa se torne uma referência no seu ramo de atuação.

Os principais benefícios do texto para blog é que, se você trabalhar bem com o SEO, posiciona a sua empresa nos primeiros resultados dos mecanismos de busca. Além disso, é uma estratégia de baixo custo e você se torna uma autoridade no assunto, destacando-se da concorrência com muita facilidade.

2. Texto para redes sociais (social post)

O texto para redes sociais (conhecido como social post) é um conteúdo que gera engajamento nas redes sociais que a sua empresa está presente. Geralmente o redator freelancer desenvolve uma legenda curta e objetiva para uma imagem ou um convite para que o leitor possa ler um conteúdo rico no blog (nos casos de LinkedIn e Facebook, os quais permitem links).

O texto para redes sociais é muito útil para criar relacionamentos duradouros com os clientes, estar sempre por perto (afinal, muito provavelmente o seu consumidor está ativo em pelo menos uma rede social), estimular as interações e ainda ajudar a melhorar o posicionamento da sua empresa nos mecanismos de busca.

As redes sociais permitem uma interação direta com o cliente, fazendo com que eles compartilhem o seu conteúdo, marquem os seus amigos e salvem informações importantes. Além disso, você pode impulsionar os conteúdos para gerar um alcance maior e segmentado e ainda usar hashtags para indexar o seu material em publicações relacionadas ao tema.

3. E-book: um dos formatos de conteúdo para explorar na redação freelancer

O e-book (também conhecido como livro digital) é um conteúdo rico, com um aprofundamento técnico muito maior. Ele, normalmente, tem o dobro de palavras de um texto para blog normal (geralmente, meus clientes solicitam e-books acima de 1700 palavras).

Ele serve para demonstrar autoridade no assunto, uma vez que é um material único e baseado na oferta de informações ricas e aprofundadas ao leitor. Para isso, é necessário escrevê-lo já pensando em como será a diagramação, pois isso facilitará a transformação do conteúdo em texto de uma forma mais dinâmica e fácil de ser consumida.

Um dos maiores benefícios do e-book é que você pode disponibilizá-lo em uma landing page no site da sua empresa. Dessa forma, o visitante precisará preencher os seus dados para baixá-lo. Assim, você conseguirá criar um banco de dados segmentado, com pessoas que realmente têm interesse em assuntos relacionados à sua empresa — isso contribui muito para as estratégias de fluxo de nutrição.

4. Infográfico

Os infográficos são textos explicativos associados com muitos elementos visuais que facilitam a leitura. Ele é realizado com muitos dados em pesquisas e você pode utilizá-lo de diversas maneiras: em uma landing page para que o cliente baixe o material, dentro de um texto para blog ou de um e-book e até mesmo nas redes sociais.

O infográfico serve para chamar a atenção do leitor, de uma forma criativa, para ler o seu conteúdo. Ele é visualmente mais chamativo e marcante, prendendo a atenção do leitor com muita facilidade. Afinal, precisamos considerar que as pessoas costumam responder melhor quando você associa ao texto estímulos visuais impactantes, concorda?

Portanto, o infográfico trabalha com muitos elementos visuais que instigam a leitura, promovendo uma absorção de conteúdo muito melhor. Então, não deixe essa estratégia de lado na hora de planejar o marketing de conteúdo da sua empresa, está bem?

5. Newsletter

A newsletter, também conhecida como boletim informativo, é uma das opções de conteúdo para explorar na redação freelancer. Ela é o disparo de e-mails para uma base segmentada de dados e é focada na produção de informações relevantes de forma não comercial.

Quando o cliente autoriza a sua empresa a enviar informações relevantes, você consegue criar uma série de conteúdos interessantes para manter os relacionamentos e fazer com que o cliente avance para as próximas etapas do funil de vendas.

Dessa maneira, você cria vínculos com o leitor, pois é uma forma mais assertiva de se comunicar com os contatos da sua lista. Além disso, é uma estratégia de baixo custo e que apresenta ótimos resultados. Afinal, você pode utilizar a automação para facilitar os envios e ainda avaliar o que está dando certo e o que precisa ser aprimorado nas estratégias de e-mails.

6. Guest Posts

Os guest posts são artigos de convidados. Ou seja, você convida uma pessoa ou empresa para escrever um artigo para publicar no seu blog (com um assunto que seja interessante para a sua persona, claro). Assim, é uma forma de você realizar uma troca: você escreve um conteúdo para ser publicado no blog do convidado e vice-versa.

Essa estratégia da redação freelancer é bacana porque é uma oportunidade de garantir a autoridade da sua marca, mostrando que você é autoridade no assunto e gerando links de outros sites para o seu blog — o que é ótimo para o ranqueamento da sua página.

O guest post tem diversas vantagens, como: alcançar uma nova audiência, conquistar novos leads, atrair um bom tráfego para o site da sua empresa e ainda melhorar a sua habilidade de escrita para a web.

7. Whitepapers

Outro formato de conteúdo da redação freelancer que está sendo muito utilizado na atualidade é o whitepaper. De uma forma bem resumida: é um e-book menor! Ou seja, ele é um conteúdo mais aprofundado do que o texto para blog, mas não tem a extensão de e-book. Para você ter uma ideia, tenho clientes que fazem whitepapers com 700 palavras.

Ele é baseado em diversas fontes de pesquisa (inclusive, com entrevistas), e traz uma questão (ou problema) com um bom aprofundamento teórico. Então, é uma ideia interessante para o leitor compreender melhor alguns assuntos específicos e pode ser adaptado para qualquer etapa da jornada do cliente.

O whitepaper aumenta a captação de leads, agrega mais valor para a sua marca, é um conteúdo muito educativo, excelente para apresentar dados, pesquisas e resultados. 

Você gostou de aprender mais sobre os 7 tipos de conteúdo para explorar na redação freelancer? Se sim, aproveite para conferir o meu conteúdo sobre: Redator Freelancer: afinal, está na hora de contratar um? Boa leitura!

Deixe seu comentário